Connect with us

CRIPTOMOEDAS

DeFi – O que é DeFi? Decentralized Finance das criptomoedas

cytonn-photography-GJao3ZTX9gU-unsplash

DeFi significa “finanças descentralizadas”, é um sistema monetário totalmente novo e mais seguro.

Finanças Descentralizadas refere-se ao ecossistema composto por aplicativos financeiros que estão a ser desenvolvidos na plataforma Blockchain. Permitindo desenvolver instrumentos financeiros avançados, mais seguros e que são executados por “smart contracts” sem necessidade de terceiros a controlar as suas finanças.

Então o que é Defi?

DeFi é a abreviatura de “descentralized finance”. São essencialmente protocolos, ferramentas financeiras e aplicativos descentralizados construídos na blockchain.

Tendo inicialmente começado com a plataforma Ethereum porque foi a primeira a implementar smart contracts (contratos inteligentes) que permitem esta nova tendência financeira que muito promete e vem para ficar e alterar tudo o paradigma das finanças.

Estes contractos são baseados principalmente em protocolos ou estruturas modulares para criar e emitir ativos digitais que são sistemas informáticos autónomos, escritos em código aberto, que gerem acções entre indivíduos na Blockchain com resistência à censura e melhorar o acesso a serviços financeiros mais seguros e transparentes.

Desenvolvido para facilitar e reforçar as negociações ou desenhos de um contrato, proporcionando confiabilidade em transações online. Com objetivo principal de permitir que pessoas desconhecidas façam negócios de confiança entre si, pela internet sem a necessidade de intermédio de uma autoridade central.

O que diferencia DeFi dos bancos tradicionais ou de produtos de Wall Street?

  • Na sua essência, as operações destes protocolos não são geridas por uma instituição ou os seus funcionários – em vez disso, as regras são escritas em código (contrato inteligente, conforme mencionado acima). Depois que o contrato inteligente é redigido na blockchain, e validado por ambas as partes envolventes no processo, a aplicação descentralizada (Dapp) pode executar-se com pouca ou nenhuma intervenção humana.
  • O código é aberto e transparente dentro da blockchain para qualquer pessoa poder auditar. Isso cria um tipo diferente de confiança para os utilizadores dos contratos, porque qualquer pessoa tem a oportunidade de entender a funcionalidade do contrato ou encontrar bugs. Toda a atividade de transação entre partes também é pública para qualquer um visualizar. Embora isso possa suscitar questões de privacidade, as transações são pseudónimas por padrão, ou seja, não estão diretamente ligadas à sua identidade.
  • Desde o primeiro dia as Dapp (aplicações descentralizadas) foram projetadas para serem globais. Se está na Califórnia ou no Japão, tem acesso aos mesmos serviços DeFi. Obviamente, podem ser aplicadas regulamentações locais, mas, tecnicamente, a maioria dos aplicativos DeFi estão disponíveis para qualquer pessoa com uma ligação à Internet e queira investir neste mercado.
  • Qualquer pessoa pode criar aplicações ou utilizar DeFi. Ao contrário das finanças de hoje, não há porteiros ou contas com formulários longos. Os utilizadores interagem diretamente com os contratos inteligentes desenvolvidos.
  • Num investimento pode delegar as suas moedas utilizando um smart contract permitindo a terceiros investir por si sem você perder a custódia das mesmas. Elas nunca saem da sua carteira. Este processo, antes era impossível de concretizar sem ter que confiar em alguém ou entidade. Como caso de banqueiros ou investidores profissionais. Mesmo com contratos assinados, nada é certo. Pode perder tudo de um dia para o outro.
  • Interoperável – novos aplicativos DeFi podem ser criados ou compostos combinando outros produtos DeFi, como peças de Lego – por exemplo, stablecoins, plataformas descentralizadas e mercados de previsão, podem ser combinados para formar produtos inteiramente novos e bastante flexíveis.

Porque DeFi é importante e revolucionário?

DeFi é um dos setores que mais cresceu em 2019 / 2020 dentro das criptomoedas. Existem sites que apresentam resultados das plataformas com os maiores investimentos – “Ethereum (ETH) trancado no DeFi”. No momento da redação deste artigo, foi depositado mais de US $1 bilhão em criptomoedas nestes contratos inteligentes. Só para ter ideia, num ano passou de $300 milhões para $1 bilhão. Um aumento aproximado de 330%.

Os crentes acreditam que DeFi tem o potencial de transformar a vida dos pobres e dos que não tem acesso ao sistema financeiro do mundo – e tornar a vida mais acessível para todos.

Vamos olhar para um exemplo no qual trabalhadores estrangeiros enviam bilhões de dólares com sistemas pouco práticos e caros para os seus entes queridos em casa todos os anos.

As taxas que lhes são cobradas por fazer isso geralmente são extorsivas – consumindo grande parte do seu modesto ordenado. DeFi têm o potencial de reduzir esses custos em mais de 50%. Sendo isso um grande incentivo para cada vez mais pessoas adotem este sistema.

Os empréstimos são outro ponto problemático que podem ser resolvidos graças a DeFi. De momento, é quase impossível para quem não consegue abrir uma conta bancária (existindo muitas pessoas no mundo com esse problema) pedir dinheiro emprestado, geralmente porque não possuem registo e histórico de crédito numa instituição bancária.

As plataformas DeFi unem mutuários e credores diretamente, eliminam verificações de crédito e permitem a garantia de ativos digitais.

Outras formas de financiamento descentralizado incluí as stablecoins, a moeda digital que protege os consumidores contra a volatilidade das criptomoedas, sendo atrelada a outro ativo, como dólares ou ouro.

Tokenização é outro processo revolucionário que significa que ativos do mundo real, como arte, propriedade e commodities (ouro, prata, petróleo, alimentos, etc.), podem ser negociados com a utilização da plataforma blockchain. Permitindo confirmar que é dono de um ativo e ninguém lho pode tirar.

Exemplos de serviços DiFi

Existem varia áreas que estão a ser implementadas aplicações DeFi; tais como, empréstimos, DEXs (exchanges descentralizados), gerir ativos, derivativos, Carteiras e Seguros.

Terei de escrever outro texto só sobre este assunto porque existem muitos projectos interessantes para falar e explorar.

Pode dar uma vista de olhos no texto escrito sobre, como ganhar dinheiro extra com Bitcoin ou criptomoedas. Já ajuda a perceber uma parte de DeFi. Como por o seu dinheiro a render e como pedir empréstimos sem ter um banco.

Dois sites que gosto de utilizar são o Defi Pulse, permite consultar qual as plataformas que mais são utilizadas e o DeFi Prime que tem informação sobre muitos projectos e está dividido por categoria ajudando a consulta.

Quais são os riscos associados ao DeFi?

Existem alguns desafios pela frente para DeFi.

Mesmo que isso possa transformar a vida de milhões de pessoas, é um facto inevitável que as soluções DeFi até agora falharam em ganhar a consciencialização do público. A adoção no mundo das criptomoedas tem sido modesta, para dizer no mínimo.

Também é importante lembrar que, mesmo que os aplicativos DeFi consigam gerir centenas de milhões de pessoas nas suas plataformas, as cadeias de blocos (blockchains) nas quais confiam ou desenvolvem podem não ter capacidade para suportar a procura (ainda não foram postos a prova com milhões de utilizadores).

Visa pode processar mais de 24,000 mil transações por segundo – comparando com o Bitcoin, que efectua sete TPS. As preocupações com a escalabilidade também têm sido um espinho de longa data na Ethereum, com o seu cofundador, Vitalik Buterin, admitindo recentemente que a blockchain Ethereum (ETH) está quase cheia (em breve vai ser lançado o ETH 2.0 que vem resolver esse problema e outros).

A volatilidade nas criptomoedas é outra preocupação – e, apesar de as stablecoins terem procurado remediar isso, o obstáculo da conformidade regulatória continua a crescer. O Facebook apresentou planos ambiciosos para lançar uma stablecoin chamada Libra, mas a rede social enfrentou forte resistência de políticos, reguladores e instituições financeiras americanas.

Os legisladores expressaram preocupação de que isso poderia minar o dólar americano e arruinar a economia global, enquanto os bancos temem que isso possa criar um sistema de “bancos paralelos”.

Conclusão

Acreditamos que os serviços financeiros não devem ser construídos em silos opacos, mas que as informações em nível de mercado devem ser transparentes para todos os participantes, preservando a privacidade individual.

Vivemos tempos complicados, os bancos centrais e a FED americana, não param de imprimir moeda fiduciária. Estamos com as maiores bolhas alguma vez vistas em vários segmentos do mercado, tais como:

Os países estão a ficar cada vez mais endividados e empobrecidos, basta olhar para as notícias do dia a dia.

Os Estados Unidos e China os mais ricos do mundo são também os países com a maior dívida mundial. A cada dia que passa a dívida aumenta a uma velocidade vertiginosamente assustadora.

As opções de ter o seu dinheiro seguro cada vez são menores. Vai confiar o seu dinheiro a bancos ou instituições que fazem tudo para lhe vender produtos, ou serviços que dão comissões chorudas ao final do ano e, nunca estão a pensar em si?

As taxas de juro cada vez mais baixas (em alguns países negativas) não ajudam quem quer poupar porque perde dinheiro. Ao utilizar serviços como PPR está a perder dinheiro e a probabilidade de ver esse dinheiro é cada vez mais diminuta.

Neste momento contamos pelos dedos os produtos financeiros que podemos confiar o nosso dinheiro. Ouro, prata e Bitcoin são um exemplo, de reservar valor sobre os seus ganhos que tanto custa a conseguir.

DeFi vem ajudar a tornar os nossos investimentos mais seguros sem ter que confiar em terceiros. Temos testado várias aplicações dentro das DeFi e podemos afirmar que sem dúvida é umas das melhores apostas seguras que temos feito.

Investir e receber dividendos sem perder o controlo do que é nosso, não podemos pedir melhor.

Aviso Legal:

Esta informação não deve ser interpretada como um endosso de criptomoedas ou qualquer serviço, ou oferta específica. Não é uma recomendação para negociar. Criptomoedas são especulativas, complexas e envolvem riscos significativos – são altamente voláteis e sensíveis. Investimentos são imprevisíveis e o desempenho do passado não é garantia para futuros ganhos. Considere fazer as suas próprias pesquisas e obtenha o seu próprio juízo de valor antes de confiar nessa informação.

Isto não é conselho para investimento, CryptoPedro não é consultor financeiro. São simplesmente as próprias opiniões, como tal, isto não deve ser tratado como conselho financeiro, de negociação ou de investimento.

As informações contidas neste texto foram obtidas de fontes consideradas confiáveis, mas não garantimos a sua exatidão, CryptoPedro isenta-se expressamente de qualquer responsabilidade. Nem a informação, nem quaisquer opiniões expressas constituem uma solicitação de compra ou venda de contratos. As informações contidas neste site, compiladas pelo CryptoPedro são apenas para propósitos gerais. Todas as informações e dados aqui contidos são fornecidos como estão. O site CryptoPedro não assume responsabilidade por quaisquer erros ou omissões. É  responsável pela utilização dos dados aqui exclusivamente por sua conta e risco. Todos os dados e informações aqui contidos não se destinam a fins comerciais ou para aconselhamento comercial.

CryptoPedro não é consultor financeiro e isto não conselhos financeiros. CryptoPedro é apenas um ‘blog’ humilde com uma grande paixão pelo mercado das criptomoedas.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Tendências

Translate »