Connect with us

BLOCKCHAIN

O que é Blockchain

O que e Blockchain?

Blockchain é uma cadeia de blocos ligados entre si, onde o próximo bloco criado recebe um código do bloco anterior e adiciona registos de transações ou informação até ficar cheio. Depois cria um novo código e envia esse código para o bloco seguinte.

Simples, não é?

Existem muitas criptomoedas, e cada uma tem a sua blockchain, mas nesta demonstração vamos utilizar a blockchain da Bitcoin porque foi a primeira moeda a implementar esta tecnologia tão inovadora.

A cadeia de blocos da Bitcoin está nos milhares de computadores espalhados pelo mundo que querem participar e cada um tem uma cópia completa e igual aos outros tornando a rede descentralizada.

Vamos ver como funciona!

Para perceber com exatidão como funciona uma blockchain, imagine uma rede de computadores e no meio está uma cadeia de blocos.

Agora vamos seguir a primeira transação conhecida na rede, Bitcoin que foi a comprar de uma pizza.

Quando essa transação ocorre, ela surge na rede e vai para um grupo de transações não confirmadas junto a milhares de outras efetuadas em todo o mundo (esse grupo é conhecido por pool).

Todos os computadores da rede agrupam algumas dessas transações e colocam-nas no seu próprio bloco.

Todos os computadores estão constantemente a criar blocos na esperança que o deles seja o próximo adicionado a cadeia de blocos oficial, essa cadeia é chamada de Ledger, é como se fosse um livro cheio de transações ou dados.

Um novo bloco é adicionado a cadeia de blocos oficial mais ou menos a cada dez minutos.

Quando um dos computadores ganha o direito de ter o seu bloco reconhecido como o próximo na cadeia de blocos oficial, é recompensado com um prémio em Bitcoin recém-criados.

A forma como um computador ganha as Bitcoin, deriva da tentativa de adivinhar a resposta para um problema matemático extremamente difícil.

Esse problema é tão difícil que mesmo com milhares de computadores a fazer suposições em bilhões ou triliões de vezes por segundo a média para encontrar a resposta são os tais dez minutos.

Quando um dos computadores acerta na resposta correta e vence, partilha o seu bloco para todos os outros computadores da rede que validam a veracidade desse bloco e caso seja válido adicionam esse bloco na sua cadeia de blocos.

E todos os computadores da rede que não ganharam, são instruídos a descartar todo o trabalho que fizeram e actualizar o seu registo para o bloco vencedor e começar novamente a efectuar cálculos matemáticos para o bloco seguinte.

Para efetuarem estes cálculos são utilizados computadores caros e bastante evoluídos que utilizam uma quantidade muito grande de energia elétrica, que tem um custo elevado.

Então, porque o fazem?

Porque pode ser muito lucrativo. É parecido há extração de ouro de uma mina.

O mineiro tem que despender muito dinheiro e tempo para retirar o ouro do solo, e é dai que vem o termo “minerar” Bitcoin.

Cada um desses computadores espera criar o próximo bloco minerando, e para isso tem que adivinhar o próximo cálculo matemático que lhes permite receber uma boa quantidade de moedas da Bitcoin.

Mas quando estes milhares de computadores estão a selecionar transações para incluir nos seus blocos, eles não estão a escolher as mesmas transações e nem todos os blocos são do mesmo tamanho, alguns têm mais registos que outros.

Quando os blocos que não foram validados são descartados porque o computador em questão não ganhou o prémio, as transações voltam para o grupo das não confirmadas, isso significa que a probabilidade de uma transação ser validada está pendente de quem a minerar e adicionar à cadeia de blocos oficial.

Para ter a certeza que a transação da pizza foi adicionada na cadeia oficial, em média são necessárias 6 confirmações de blocos adicionados à rede, cerca de 60 minutos. Para ter a certeza que o pagamento foi efectuado e registado permanentemente na blockchain.

Porque é tão lento?

De tanto esperar pelo pagamento a pizza já está fria antes de ser sua!

O interessante é que o sistema é desacelerado de propósito, e eis o porque:

Com a extrema dificuldade em adivinhar a resposta ao problema matemático, pode levar-nos a pensar que a possibilidade de dois computadores acertarem ao mesmo tempo, o cálculo matemático, são mínimas.

Mas na realidade esse conflito acontece com bastante frequência.

É chamado de “Soft Fork”, é um tipo de bifurcação e quando ocorrem, todos os computadores da rede recebem os dois blocos vencedores.

Normalmente ao final de dez minutos quando os mineiros vão efectuar os cálculos para criarem a próxima cadeia de blocos oficial quem for o vencedor vai ter que escolher qual o bloco a seguir.

Neste caso, por norma, será o mineiro que fez mais trabalho na criação do bloco, ou seja, aquele que verifica mais transações.

Então o que acontece aos outros blocos da outra corrente?

São descartados, junto com todas as transações que continham e retornam ao grupo de transações não confirmadas (pool). Esta corrente é o principal motivo pelo qual o sistema deve ser desacelerado de propósito através do problema.

Se o sistema fosse instantâneo, acabaria por haver várias correntes criando o problema de não ser possível existir consenso entre os mineiros.

Ninguém teria ideia qual o registo seria o correcto e cada computador estaria ocupado a construir um bloco diferente e, consequentemente a criar novas correntes.

A lentidão e a imensa quantidade de energia despendida a efectuar cálculos, são necessárias para manter o registo de novos blocos em consenso total.

Assim, como mais e mais poder computacional é adicionado à rede, o sistema automaticamente ajusta-se para aumentar a dificuldade em solucionar o problema matemático que vai aparecendo.

Fazendo cada vez mais ser necessário o poder de processamento…

Se a Bitcoin for amplamente utilizada, vai necessitar de uma grande quantidade de energia para manter o sistema a funcionar.

Ao fim de uma década em actividade,

Bitcoin está a funcionar como pretendido e permite que as pessoas efetuem transações entre si, utilizando a ‘internet’ em qualquer lugar do planeta instantaneamente e com toda a confiança e segurança.

Bitcoin é o primeiro registo distribuído de consenso geral que a humanidade já viu, mas não será o último.

Esta tecnologia poderá libertar a humanidade de governos e bancos centrais…

Para muitos é considerada a maior inovação a seguir à internet.

Esta incrível tecnologia permite dar um salto incrível na evolução da humanidade, pode acabar com muitos problemas que existem, como corrupção, manipulação de dados, apropriação indébita, penhoras e muito mais.

Pode achar demasiado, mas o nosso argumento representa a crença na liberdade, a independência, a escolha individual e responsabilidade das suas próprias acções.

O que tentamos demonstrar foi que a Bitcoin e a plataforma ‘blockchain’ são mais que uma moeda digital, e não só uma ferramenta para enviar valor de uma pessoa para outra sem a necessidade de terceiros, mas sim uma inovação que vai mudar o mundo, vai derrubar fronteiras e ligar as pessoas por este planeta fora.

Obrigado,

Crypto Pedro

Continue Reading
9 Comments

9 Comments

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    CELSIUS

    COINBASE

    LUNO

    PRESEARCH

    Newsletter

    Market Cap

    CATEGORIA

    Translante

    Tendências

    Translate »