Connect with us

BITCOIN

O que é carteira Bitcoin?

Então o que é uma carteira Bitcoin e como escolher a melhor?

Aprenda a proteger as suas Bitcoins e criptomoedas antes de as comprar, pois é muito importante saber onde e como guardar.

Neste vídeos vamos falar de vários tópicos, como:

  • Carteiras quentes e Carteiras frias
  • Carteiras de computador ou desktop
  • Carteiras telemóvel
  • Carteiras em Papel
  • Carteiras de Hardware (tipo pen)
  • Chaves privadas e chaves publicas
E ainda
  • Qual a melhor Sugestão de carteira para as suas necessidades

Portanto, apesar de termos muito para falar, não se preocupe, vamos simplificar para que no final se torne mais fácil, também o vamos ajudar a escolher a carteira que melhor se adequa às suas necessidades.

Vamos começar!

Uma carteira Bitcoin é uma aplicação ou programa para enviar, receber, armazenar e consultar o saldo das suas Bitcoins. 

Assim como precisa de uma aplicação ou programa como o Outlook ou o Gmail para enviar e receber os seus emails, precisa de uma carteira Bitcoin para gerir as suas Bitcoins.

As carteiras fazem de interface, ou seja, fazem a ligação para a rede Blockchain da Bitcoin; que é o livro de registos global de transações da Bitcoin sobre as quais falámos no nosso vídeo sobre as Bitcoin!

Passamos agora para o tipo de carteiras existentes.

Carteiras quentes ou “Hot”, para que servem.

Uma carteira “quente” refere-se a qualquer tipo de carteira Bitcoin, conectada de alguma forma à Internet. As mais conhecidas são as carteiras de computador ou desktop e telemóvel.

Permite aceder as suas moedas através de uma aplicação web ou móvel. As carteiras quentes, embora sejam as mais populares, também são as menos seguras.

Iremos abordar este assunto mais a frente.

O que são carteiras de computador ou desktop?

Esse tipo de carteira armazena a sua chave privada no seu computador.

Contando que o seu computador esteja livre de vírus ou outra falha de segurança, as suas Bitcoins estarão seguras na sua carteira Desktop. No entanto, todos sabemos que esse não é o caso para a maioria das pessoas.

Hoje é difícil estar 100% protegido e isso torna as carteiras de computadores conectadas à Internet um alvo valioso para hackers. Quem utiliza este tipo de carteiras são as pessoas que trabalham muito com o computador, e necessitam de efetuar ou receber pagamentos em criptomoedas com alguma frequência.

Vamos agora passar para as carteiras móveis.

São carteiras que armazenam a sua chave privada no seu telemóvel.

Mesmo que a grande maioria das carteiras sejam acessíveis por aplicativos móveis, isso pode representar uma possível falha de segurança. As carteiras móveis podem oferecer uma baixa segurança e uma privacidade terrível se não tiver alguns cuidados de segurança.

Pode acontecer muita coisa ao seu telemóvel, como – perder, quebrar ou ser roubado. É altamente recomendável que ative a autenticação de 2 passos, para proteger a sua carteira com senha e deve ainda criar um backup da chave privada fora do seu telefone.

Se tiver todos os cuidados, as carteiras móveis são altamente convenientes e foram projetadas para fornecer o máximo de segurança possível num ambiente inseguro.

No entanto, grandes quantidades de Bitcoin não devem ser armazenadas numa carteira móvel, a menos que utilizadas em conjunto com uma carteira de hardware que discutiremos dentro de momento.

Estas categorias de carteiras são muito convenientes, pois permitem efetuar pagamentos em locais públicos e de pessoa para pessoa, presencialmente.

Agora vamos falar sobre a forma mais segura de carteiras Bitcoin, carteiras de armazenamento a frio ou Cold Wallets.

Armazenamento a frio refere-se a qualquer tipo de carteira que tem pouca ou nenhuma ligação, ou conexão com a Internet e, portanto, não pode ser invadido remotamente.

Alguns exemplos de carteiras de armazenamento a frio são carteiras em papel e hardware.

Vamos examiná-las agora.

As carteiras de papel

são apenas pedaços de papel com código de barras da sua chave privada e da sua chave publica em códigos com letras e números que representam essas chaves. Ao manter a sua chave privada num pedaço de papel, só quem tiver acesso fisicamente esse papel é que pode roubar suas Bitcoins.

No entanto, as carteiras de papel são facilmente destruídas e, portanto, é aconselhável criar várias cópias, para que, no caso de uma delas for perdida, as suas Bitcoins ainda possam ser recuperadas.

Outra coisa a considerar é, quando envia para outra pessoa as Bitcoins que estão na sua carteira de papel, precisará importar a chave privada para algum tipo de carteira digital tornando o processo mais moroso.

Este processo é bastante seguro se for bem armazenado e normalmente é utilizado por pessoas que querem guardar as suas Bitcoin por muitos anos.

A próxima forma de armazenamento a frio são as carteiras de hardware

Estes são dispositivos físicos, parecidos a uma pen, que armazenam com segurança sua chave privada de modo a que não possa ser invadido, mesmo que seu computador esteja comprometido por um vírus.

Até pode utilizar num computador público em que não confia.

A maioria das carteiras de hardware fornece um backup inicial caso o próprio dispositivo seja perdido ou roubado. 

Para enviar as suas Bitcoins para alguém, com uma carteira de hardware, precisa de conectar a carteira a um computador e utilizar um programa que permita efetuar as transações.

Normalmente as carteiras mais conhecidas já tem esse programa e são fáceis de utilizar. As carteiras de hardware oferecem a combinação ideal entre segurança e facilidade de utilização. A única limitação é que precisa de guardar a sua carteira de hardware num lugar seguro depois de enviar ou receber as suas moedas.

Este tipo de carteiras são as mais utilizadas pela maioria dos investidores da Bitcoin que querem guardar grandes quantidades de Bitcoin. São, as mais seguras e fiáveis.

Chaves privadas e chaves publicas

O que define uma carteira é onde sua “chave privada” é armazenada.

Uma chave privada? O que isso significa?

Bem, uma chave privada é apenas uma sequência muito longa de números e letras que atua como a senha ou chave da sua carteira Bitcoin.

É a partir dessa chave que a sua carteira obtém o poder de enviar as suas Bitcoins para outras pessoas. Pense nisso como coordenadas secretas para localizar as suas Bitcoins. Por outras palavras, se alguém ou quem tiver acesso a sua chave privada tem controlo sobre as suas Bitcoins.

A chave privada também é utilizada para criar a sua chave publica que vai permitir enviar as suas Bitcoins. É exatamente como o seu endereço de e-mail. É algo que deseja enviar para as pessoas que querem receber Bitcoin, vindas de si.

No entanto, mesmo que o endereço Bitcoin seja gerado por meio da chave privada, não é possível descobrir qual é a chave privada apenas examinando a chave pública da Bitcoin.

Para resumir, a principal função da carteira é a criação, armazenamento e utilização da chave privada.

Em outras palavras, a carteira simplifica o processo complexo de enviar ou receber Bitcoin, fazendo de ponte do utilizador para o seu dinheiro que está “guardado” na Blockchain.

Agora que já sabe tudo o que há para saber sobre as carteiras Bitcoin, vamos ver como escolher a melhor carteira para suas necessidades. 

A primeira coisa que precisa saber, é que, as pessoas vão utilizar carteiras de Bitcoin diferentes para diferentes propósitos.

Por exemplo, se o Pedro precisar armazenar uma grande quantidade de Bitcoin com segurança, vai utilizar uma carteira diferente, caso só queira apenas fazer um pequeno pagamento em Bitcoin para pagar um café.

Geralmente, as carteiras variam numa escala de segurança versus conveniência e assim precisa de decidir onde deseja estar nessa escala.

Algumas das perguntas que deve fazer, incluem:

  • Quantas Bitcoins vou armazenar?
  • Com que frequência vou utilizar a carteira?
  • Posso pagar por uma carteira de hardware?
  • Preciso de ter a carteira comigo?
  • Preciso partilhar a carteira com outra pessoa?
  • Sou especialista em tecnologia?
  • Quanto valorizo ​​minha privacidade?
  • Confio em mim mesmo para proteger minha carteira ou quero dar a terceiros a tarefa de fazê-lo?

Dependendo das respostas a essas perguntas, deve ser mais fácil escolher uma carteira. A maioria das carteiras Bitcoin mais populares estão listadas na nossa página “TOP carteiras” dentro do site. Então agora é apenas uma questão de escolher qual a melhor carteira que se adequa às suas necessidades.

Antes de concluirmos, lembre-se que pode utilizar mais do que uma carteira.

Por exemplo, pode utilizar uma carteira de hardware para grandes quantidades de Bitcoins e também possuir uma carteira móvel com um pequeno saldo para pagamentos diários.

Dessa forma, mesmo que o seu telemóvel se parta, ou seja roubado, não estará a arriscar muito dinheiro.

Para concluir, O primeiro passo para proteger as suas bitcoins é ter controle das chaves privadas e retirar o seu dinheiro das plataformas onde as comprou, pois, essas plataformas de cambio é que tem o controle das suas chaves privadas.

O segundo passo para proteger as suas bitcoins é, colocar as chaves privadas offline, garantindo que elas nunca estejam num dispositivo conectado à Internet para não sofrerem ataques de hackers.

Se é um dos vários milhões de utilizadores da Bitcoin que protege as suas chaves em dispositivos de hardware – parabéns! Está bem à frente de muitos outros que não tomam essas precauções.

No entanto, Devo salientar que só por ter uma carteira hardware, não significa que não deve ter o máximo de cuidado, pois existe a possibilidade de o utilizador descarregar uma aplicação maliciosa e lhe roubarem o dinheiro todo.

Todo o cuidado é pouco. 

########################################################

Pronto, terminamos…

Se ainda tiver alguma dúvida ou comentário sobre o vídeo, deixe-o na secção de comentários abaixo.

Subscreva, obrigado

Aviso Legal:

Esta informação não deve ser interpretada como um endosso de criptomoedas ou qualquer serviço, ou oferta específica. Não é uma recomendação para negociar. Criptomoedas são especulativas, complexas e envolvem riscos significativos – são altamente voláteis e sensíveis. Investimentos são imprevisíveis e o desempenho do passado não é garantia para futuros ganhos. Considere fazer as suas próprias pesquisas e obtenha o seu próprio juízo de valor antes de confiar nessa informação.

Isto não é conselho para investimento, CryptoPedro não é consultor financeiro. São simplesmente as próprias opiniões, como tal, isto não deve ser tratado como conselho financeiro, de negociação ou de investimento.

As informações contidas neste texto foram obtidas de fontes consideradas confiáveis, mas não garantimos a sua exatidão, CryptoPedro isenta-se expressamente de qualquer responsabilidade. Nem a informação, nem quaisquer opiniões expressas constituem uma solicitação de compra ou venda de contratos. As informações contidas neste site, compiladas pelo CryptoPedro são apenas para propósitos gerais. Todas as informações e dados aqui contidos são fornecidos como estão. O site CryptoPedro não assume responsabilidade por quaisquer erros ou omissões. É  responsável pela utilização dos dados aqui exclusivamente por sua conta e risco. Todos os dados e informações aqui contidos não se destinam a fins comerciais ou para aconselhamento comercial.

CryptoPedro não é consultor financeiro e isto não conselhos financeiros. CryptoPedro é apenas um ‘blog’ humilde com uma grande paixão pelo mercado das criptomoedas.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

COINBASE

LUNO

PRESEARCH

Newsletter

Market Cap

CATEGORIA

Translante

Tendências

Translate »