Connect with us

BLOCKCHAIN

Suíça vai utilizar Blockchain para proteger as credenciais académicas

Suíça vai utilizar Blockchain para proteger as credenciais académicas da fraude

O Centro de Financiamento Inovador (CIF) da Faculdade de Negócios e Economia da “Universidade de Basel” associou-se à premiada Swiss Fintech Start-Up, da Proxeus.
Parceria surgiu para criar certificados de conclusão de estudos baseados e registados em contratos inteligentes da Ethereum.

A CIF é a primeira instituição na Suíça a utilizar a tecnologia Blockchain para garantir que os certificados estejam protegidos contra fraude.

A solução desenvolvida por esta parceria é simplista e elegante. Duas ferramentas foram criadas – uma para CIF, que será utilizada para criar o certificado e registá-lo no Blockchain com seu valor de hash criptográfico exclusivo.

A segunda ferramenta estará publicamente disponível, permitindo qualquer pessoa verificar se o seu documento electrónico foi emitido pela universidade, e que o conteúdo é preciso.

Este primeiro protótipo será utilizado para criar certificados de conclusão de curso com o Blockchain do CIF, mas o director administrativo da CIF, Dr. Fabian Schär, acredita que é apenas um primeiro passo para assegurar credenciais académicas.

O processo baseado em blockchain tem o potencial de ganhos massivos de eficiência. Actualmente, os potenciais empregadores e partes interessadas devem contactar directamente a universidade e solicitar uma validação, que não pode ser fornecida sem o consentimento do aluno.

“Documentos fraudulentos são um problema na academia, assim como em qualquer campo”, ele disse. “Assegurando credenciais no Blockchain, nós conseguimos fornecer uma camada extra de segurança para graduados e potenciais empregadores.

Essas credenciais não podem ser falsificadas e podem ser facilmente verificadas on-line. Irá introduzir um novo paradigma de segurança e oferecer valor para todas as partes – os empregadores não perdem tempo na verificação de credenciais, os graduados têm uma vantagem e as próprias instituições reduzem o risco da perda reputação e uma carga administrativa significativa”.

O protótipo é baseado na muito flexível tecnologia Proxeus. “Estamos particularmente orgulhosos neste projecto ”, disse o co-fundador Antoine Verdon. “Proxeus foi pretendido desde o início por ser fácil de utilizar, eficiente e independente de blockchain. Em menos de um mês, implantamos dois protótipos em funcionamento em dois blockchains diferentes – e este levou menos de uma semana para levar do conceito à conclusão. ”

Conclusão

Este novo método simplesmente elimina a possibilidade de fraude na manipulação de cursos. Além disso, as credenciais não podem ser falsificadas e a verificação completa leva apenas alguns minutos on-line, fornecendo maior confiança entre as partes interessadas. Os empregadores e os alunos.

Toda a informação na press-release da própria universidade Basel.

 

 

Continue Reading
2 Comments

2 Comments

  1. Source

    June 29, 2018 at 6:24 am

    Great weblog right here! Additionally your web site a lot up fast! What host are you the usage of? Can I get your associate link in your host? I desire my site loaded up as fast as yours lol

  2. furtdsolinopv

    January 3, 2019 at 9:45 am

    Spot on with this write-up, I truly think this web site needs much more consideration. I’ll probably be again to learn rather more, thanks for that info.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

BLOCKCHAIN

Facebook cria unidade de pesquisa blockchain

David Marcus, chefe na plataforma Messenger do Facebook, vai liderar um novo grupo focado na tecnologia blockchain.

Marcus vai deixar o Messenger para assumir uma nova equipa dedicada a explorar a tecnologia blockchain, de acordo com várias fontes familiarizadas com o assunto. A equipa será pequena nesta parte inicial, com menos de uma dúzia de pessoas, mas incluirá alguns executivos-chave do Instagram que estão se vão juntar a Marcus: o vice-presidente de engenharia do Instagram, James Everingham, e o vice-presidente de produtos do Instagram, Kevin Weil.

Marcus comentou:

“Depois de quase quatro anos inacreditavelmente gratificantes a frente do projecto Messenger, decidi que era hora de assumir um novo desafio. Estou a juntar um pequeno grupo para explorar a melhor forma de alavancar o blockchain no Facebook, começando do zero”, escreveu Marcus. num post na sua página no Facebook na terça-feira.

 

Embora permaneça desconhecido neste momento o que vai ser desenvolvido, a notícia marca um notável movimento da gigante das redes sociais no mundo da blockchain.

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, disse no início de Janeiro que a empresa pensa em investigar as criptomoedas e “como melhor utilizá-las em nossos serviços”.

A tecnologia Blockchain serve como base técnica para todas as criptomoedas – como o bitcoin. A decisão do Facebook de pesquisar sobre a tecnologia blockchain certamente adicionará alguma legitimidade (se é que necessita) à indústria das criptomoedas. Isso não significa que o Facebook vai criar a própria criptomoeda, mas há muitas maneiras de utilizar a tecnologia blockchain, como por exemplo armazenamento de dados criptografados. Marcus tem um interesse pessoal em criptomoedas, quando se juntou a Coinbase em dezembro.

Blockchain é um registo digital em cadeia de blocos que as inserções feitas na rede são registadas cronologicamente e publicamente com a função de criar um registo global para todas as transações que ocorrem em um determinado livro de notas. Como o nome indica, um blockchain é uma cadeia de blocos que contém informações.

Bitcoin foi a primeira a utilizar a tecnologia blockchain.

Continue Reading

BLOCKCHAIN

Oracle uma das maiores empresas de software oferece produtos blockchain

Oracle a segunda maior empresa de software do mundo vai lançar publicamente a sua plataforma blockchain

Acredita-se que a multinacional com sede na Califórnia irá lançar a plataforma blockchain este mês, e com aplicativos baseados em tecnologia de contabilidade distribuída (distributed ledger technology (DLT)) para seguir em junho, afirmou a fonte da notícia, citando o presidente de desenvolvimento de produtos da Oracle, Thomas Kurian.

A empresa está a trabalhar com o Banco de Chile para registar transações interbancárias num hyperledger. A Oracle também tem trabalhado com o governo da Nigéria, que está supostamente a pensar em utilizar a tecnologia blockchain para documentar os direitos aduaneiros e de importação. De acordo com a Bloomberg, os produtos da Oracle também serão lançados para empresas farmacêuticas para o gerenciamento de fornecimento de medicamentos.

A tecnologia Blockchain recentemente tem visto a adoção bem-sucedida nos principais sectores. No final de abril, o banco espanhol BBVA tornou-se o primeiro banco global a emitir um empréstimo na plataforma blockchain. De acordo com o banco, a utilização da tecnologia blockchain reduz o tempo necessário para completar o processo de empréstimo de 75 milhões de euros, de “dias para horas”.

Em meados de abril, a gigante electronica sul-coreana Samsung revelou que vai utilizar a plataforma blockchain para gerir sua vasta rede de distribuição global. O vice-presidente e chefe da Blockchain Song Kwang-woo, da Samsung SDS Co., subsidiária de logística e TI do grupo. O sistema poderia reduzir os custos de envio em 20%, segundo a SDS.

Frank Xiong, vice-presidente do grupo Blockchain Cloud Service da Oracle, disse no lançamento inicial que a empresa pretende atrair empresas grandes e pequenas, com preços baseados no volume de transações.

Ele comentou:

“A plataforma blockchain dará aos clientes uma plataforma para estender seus serviços além de seu pacote corporativo, o que significa que eles podem estendê-los para fora de seus parceiros de negócios, beneficiar os clientes e assim por diante.”

 

Este anuncio vem depois que outras grandes empresas lançarem produtos similares, tais como, Microsoft e IBM. A China também viu uma série de empresas a lançar produtos com a tecnologia blockchain como já referido uma delas, mas existem mais como a JD.com, Baidu e Huawei.

O que e Blockchain?

Blockchain é um registo digital em cadeia de blocos que as inserções feitas na rede são registadas cronologicamente e publicamente com a função de criar um registo global para todas as transações que ocorrem em um determinado livro de notas. Como o nome indica, um blockchain é uma cadeia de blocos que contém informações.

Esta técnica foi originalmente descrita em 1991 por um grupo de pesquisadores e foi destinada para registo digital de documentos para que não seja possível retroceder ou manipula-los.
No entanto blockchain quase não foi utilizado até que fosse adaptado por Satoshi Nakamoto em 2009 para criar a moeda digital criptográfica Bitcoin.
Uma cadeia de blocos é um livro de notas distribuído que é completamente aberto a qualquer pessoa com uma propriedade importante: uma vez que os dados são gravados dentro de uma cadeia de blocos, torna-se muito difícil alterar, ou praticamente impossível porque é utilizado um sistema de descentralização do controlo da rede.

 

 

Continue Reading

BLOCKCHAIN

Criador de Ethereum Vitalik Buterin  diz que Sharding está a chegar

Criador de Ethereum Vitalik Buterin  diz que Sharding está a chegar

O criador do Ethereum, Vitalik Buterin, anunciou que “Sharding”, uma solução para escalonamento da plataforma Ethereum há muito aguardada para o protocolo do blockchain, está a chegar.

Num post no Reddit e num tweet, Vitalik Buterin apresentou uma prova de conceito para a tecnologia e apresentou um “saco de ideias” para a implementação no Ethereum e “bem apresentado”.

Escalalabilidade é necessário

O co-fundador da Coinbase, Fred Ehrsam, disse que, para a Ethereum suportar aplicações descentralizadas com milhões de utilizadores ativos, precisa de melhorar em mais de 100 vezes em termos de escalabilidade. Atualmente, os programadores esperam que o Sharding, Casper e Plasma tragam a escalabilidade para o Ethereum já no próximo nível para suportar aplicativos descentralizados de larga escala e contratos inteligentes.

Um dos problemas da plataforma Ethereum é a fraca performance em processar transações por segundo com rapidez (entre 15 -20 Ts). Outras plataformas ( Stellar, NEO, etc.) já oferecem melhores performances e outras ainda em desenvolvimento como por exemplo Cardano e a EOS , estão a prometer transacções muito superiores. Ethereum necessita rapidamente resolver o problema.

O que é Sharding?

(foto retirada do post de Vitalik Buterin)

Em essência, o Sharding é uma solução que optimiza o processo de verificação de transações e contratos inteligentes ao dividir a rede blockchain em partições chamadas shards. Em vez de fazer com que cada nó [1] percorra todo o histórico de transações da rede blockchain Ethereum, o Sharding permite que determinados nós sejam atribuídos a determinados shards, otimizando o processo de verificação das transações pelos nós.
Anteriormente, James Ray, um programador da Ethereum que trabalhava numa solução de dimensionamento chamada Drops of Diamond, disse que a exigência de nós para verificar todas as transações numa rede blockchain limita a capacidade de escalonamento do blockchain. Ele disse:
“Em grande parte por causa disso, Bitcoin é limitado a ~ 3-7 transações por segundo, Ethereum para 7-15, etc. No entanto, isso levanta uma questão: existem maneiras de criar um novo mecanismo, onde apenas um pequeno subconjunto de nós verifica cada transação?

Ao contrário de bitcoin, do Litecoin e de outras redes blockchain focadas no pagamento, os protocolos blockchain, como Cardano, Ethereum e EOS, precisam de uma capacidade maior de blockchain e de uma rede flexível, pois suportam aplicações descentralizadas de larga escala. Aplicativos como o “CryptoKitties” e os exchanges descentralizados, como a Kyber Network e a AirSwap, processam grandes quantidades de transações para a rede Ethereum por segundo, mesmo com a utilização de métodos off-chain que reduzem a carga na cadeia principal.

Como tal, Buterin revelou a prova de conceito de Sharding enviado para o GitHub e sugeriu que o desenvolvimento de Sharding está próximo, ele escreveu nas redes sociais: “Sharding is coming”.
No Reddit Ethereum, uma comunidade on-line em que utilizadores, investidores, entusiastas e programadores da Ethereum discutem vários projetos e soluções, Buterin publicou uma descrição mais detalhada da prova de conceito que ele divulgou esta semana.

De acordo com Buterin, a ideia fundamental da versão atual da prova de conceito de Sharding envolve a implementação de uma cadeia de sinalização de prova de participação (proof-of-stake) ou beacon chain ou full Casper, que é incorporada na rede principal de blockchain da Ethereum.
“A ideia básica é baseada num conceito de regras de escolha de separação de dependentes (fork). Primeiro, há uma prova de participação de beacon chain (na fase 4, também conhecida como full casper, isso será simplesmente diluído na cadeia principal), que está ligado à cadeia principal; Cada bloco da Bicon chain deve especificar um bloco de cadeia principal recente e esse bloco de Bicon chain que faz parte da cadeia canônica é condicional ao bloco de cadeia principal referenciado que faz parte da cadeia principal canônica, ”explicou Buterin.
Ele acrescentou que a Bicon chain da prova de participação com o Sharding activo, pode emitir novos blocos a cada dois ou oito segundos, o que é significativamente mais rápido que blockchains existentes como bitcoin, que tem um tempo médio de criação de blocos de 10 minutos.

 

[1] Nó – Em redes de comunicação, um nodo ou  (do Latim nodus, “nó”) é um ponto de conexão, seja um ponto de redistribuição ou um terminal de comunicação. A definição de um nó depende da rede e da camada de protocolo referida. Um nó de rede física é um dispositivo eletrônico activo que está ligado a uma rede, e é capaz de enviar, receber ou transmitir informações através de um canal de comunicação. Tirado de wiki

 

Continue Reading

Newsletter

CATEGORIA

Market Cap

bitcoin

Bitcoin (BTC)

$ 7,931.00
ethereum

Ethereum (ETH)

$ 252.15
ripple

XRP (XRP)

$ 0.395157
bitcoin-cash

Bitcoin Cash (BCH)

$ 410.98
eos

EOS (EOS)

$ 6.24
litecoin

Litecoin (LTC)

$ 90.88
binancecoin

Binance Coin (BNB)

$ 28.66
cardano

Cardano (ADA)

$ 0.084946
stellar

Stellar (XLM)

$ 0.134512
tether

Tether (USDT)

$ 1.00
tron

TRON (TRX)

$ 0.029089
monero

Monero (XMR)

$ 89.86
dash

Dash (DASH)

$ 164.84
tezos

Tezos (XTZ)

$ 1.68
iota

IOTA (MIOTA)

$ 0.407893
bitcoin-cash-sv

Bitcoin SV (BSV)

$ 63.06
ontology

Ontology (ONT)

$ 1.40
ethereum-classic

Ethereum Classic (ETC)

$ 7.40
nem

NEM (XEM)

$ 0.089510
neo

NEO (NEO)

$ 11.93
maker

Maker (MKR)

$ 667.08
zcash

Zcash (ZEC)

$ 75.10
basic-attention-token

Basic Attention Token (BAT)

$ 0.367190
vechain

VeChain (VET)

$ 0.007887
okb

OKB (OKB)

$ 1.38
bitcoin-gold

Bitcoin Gold (BTG)

$ 21.60
dogecoin

Dogecoin (DOGE)

$ 0.003032
usd-coin

USD Coin (USDC)

$ 0.998174
qtum

Qtum (QTUM)

$ 3.12
omisego

OmiseGO (OMG)

$ 2.10
waves

Waves (WAVES)

$ 2.42
true-usd

TrueUSD (TUSD)

$ 0.996641
0x

0x (ZRX)

$ 0.323099

Translante

Tendências

Translate »